ARTELUX
Projeto conceituado na ideia de um "artista incendiário e incendiado", desenvolvido desde 2019 com diferentes desdobramentos:
FÓSFOROS ARTELUX

Com inspiração PopArt, o projeto é uma produção em série de caixinhas de fósforo identificadas com a marca Artelux. As caixinhas foram disponibilizadas para venda no espaço expositivo em 2019 (Galeria Apis, Exposição Distopias) pelo preço usual de uma caixa de fósforo. O público leva para casa não como arte, mas como fósforos utilizáveis em suas necessidades comuns do cotidiano. Ao mesmo tempo que propõe uma reflexão política sobre o sistema e seu funcionamento, o projeto é um disparados para insurgências e transformações internamente ao próprio sistema. Em 2020, o projeto ganhou o formato de projeção urbana no Largo da Carioca durante o "Grito dos Excluídos" e novas versões discutindo exclusão social e racismo estrutural.
COQUETEL ARTELUX

“Coquetel Artelux”, é uma performance com forte cunho político em relação ao Brasil atual e ao lugar do artista, a ação se ambienta numa espécie de workshop de produção de coquetel molotov. O artista, ao mesmo tempo que ensina as etapas de construção do produto, utiliza do apoio de voluntários para a fabricação. O poder, no fim, está nas mãos do público enquanto o artista lê um “manifesto incendiário”. A ideia de fogo, incêndio e coquetel molotov é um disparador para a reflexão das nossas urgências. É um estímulo ao enfrentamento das questões atuais do Brasil, mas não um estímulo à violência. A figura do coquetel molotov é um conceito, um símbolo catalizador da revolta e da transformação pelas vias mais adequadas - mas não submissas aos interesses hegemônicos.
ARTELUX FÓRUM

Fórum constituído a partir de um chamamento público de Brunner no ano de 2020, é um espaço de estímulo ao desenvolvimento de propostas coletivas que possibilitam reavaliar as relações na sociedade, na democracia e na cidade, pela ampliação do debate de como cada um é parte e toma parte no coletivo. Isto é, um espaço de troca sobre os modos de organização políticos, por meio de uma escultura social. Nesse sentido, o Fórum dá lugar à atividade artística como forma política que pretende afetar o cotidiano e fornece ferramentas para perceber e julgar uma realidade que se impõe como desafio.
NOVENA DE NOSSA SENHORA INCENDIÁRIA

Apresentada no Festival Satyrianas 2020, a novena de Nossa Senhora Incendiária surge a partir do projeto de insurgência artística e social Artelux como uma proposta de se utilizar a estética católica da novena para propor junto ao público uma série de “orações performáticas” formadas de anseios por uma sociedade com maior clamor político-artístico-revolucionário. A novena conta com a imagem plástica/material da santa desenvolvida pelo artista, Brunner, e impressa em impressora 3D. 

© 2021 brunner. design by @arthurXbernardo .